Aplicação da ressonância magnética de corpo inteiro para o estadiamento e acompanhamento dos pacientes com linfoma de Hodgkin na faixa etária infanto-juvenil

Show simple item record

dc.contributor.advisor Lederman, Henrique Manoel [UNIFESP]
dc.contributor.author Nava, Daniel [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T22:55:53Z
dc.date.available 2015-12-06T22:55:53Z
dc.date.issued 2010
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2010. 73 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/11719
dc.description.abstract Objetivos: Comparar o desempenho das sequências T1, T2, STIR e DWIBS na identificação de sítios caracterizados como acometidos pelo linfoma de Hodgkin nas cadeias linfonodais, órgãos parenquimatosos e medula óssea e avaliar a concordância entre os examinadores na análise das diferentes sequências obtidas. Métodos: Foram estudados 12 pacientes com diagnóstico confirmado de linfoma de Hodgkin. Os pacientes foram encaminhados para o exame de ressonância magnética de corpo inteiro, sendo realizadas as sequências ponderadas em T1, T2, STIR e DWIBS. A análise e interpretação das imagens foram feitas em estações de trabalho por dois examinadores independentes, com experiência em RM e radiologia pediátrica. Resultados: Quando realizada a comparação entre os examinadores, nota-se que há alta concordância entre as quatro sequências, porém a que apresentou melhores resultados foi a STIR, com concordância perfeita entre os examinadores (Kappa=1), exceto para a pelve, que apresentou altíssimo grau de concordância (Kappa=0,816). Na avaliação do acometimento de órgãos parenquimatosos e medula óssea pelo linfoma, as quatro sequências apresentaram resultados semelhantes. Quando avaliado o acometimento de linfonodos, as sequências T1 e T2 apresentaram desempenho semelhante, porém inferior às sequências STIR e DWIBS. Conclusões: As sequências STIR e DWIBS detectaram um maior número de linfonodos caracterizados como acometidos. Todas as sequências apresentaram resultados semelhantes na avaliação dos órgãos parenquimatosos e medula óssea. Em todas as sequências analisadas houve alta concordância entre os examinadores, sendo que os melhores resultados foram obtidos na sequência STIR.
dc.format.extent 73 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Espectroscopia de ressonância magnética pt
dc.subject Difusão pt
dc.subject Corpo humano pt
dc.subject Linfoma pt
dc.title Aplicação da ressonância magnética de corpo inteiro para o estadiamento e acompanhamento dos pacientes com linfoma de Hodgkin na faixa etária infanto-juvenil pt
dc.title.alternative Whole body magnetic resonance imaging for staging and monitoring patients with Hodgkin's lymphoma in childhood: evaluation with different MRI sequences en
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-0100415073543.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account